Musicómicos e as suas rábulas sonoras
Águeda, Auditório de Recardães, de 11 a 18 de Outubro de 2002
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

O Festival "O Gesto Orelhudo" esteve recheado do que de melhor se produz no nosso planeta, em termos de humor músico-teatral. À música e ao teatro juntou-se o novo circo, numa paleta de disciplinas artísticas que provocou muitas barrigadas de riso.

Esta 3ª edição do festival foi, no mínimo, explosiva: foi o resultado óbvio de uma programação multi-artística que exalta o burlesco e o humor, na simbiose de duas das mais expressivas artes de palco: a música e o teatro. Aliás, uma coisa é certa: a toda a programação é comum uma figura instituída por esta edição do festival, o musicómico.

A edição de 2002 foi intencionalmente deslocada para o Outono, privilegiando-se desta vez a programação de auditório. É esta a principal inovação ao formato do festival, até aqui instituído como evento de Verão, obreiro que foi de verdadeiros milagres de adaptação de espaços não-convencionais nas duas primeiras edições, de tão boa memória para Águeda (1999 e 2001).

PROGRAMA:

Dia 11 - Superbanda!
Dia 11 - Bigodes Band

Dia 12 - Lições Musico(i)Lógicas
Dia 12 - Oskar & Strudel

Dia 13 - A carroça das Percussões
Dia 13 - Oskar & Strudel
Dia 13 - Muito Riso, Muito Siso

Dia 14 - Olé!

Dia 15 - Aqui Jaz um Poeta dum Cabrão
Dia 15 - Au Gaciar! Ou Apocalipse sobre a mesa

Dia 16 - Rock & Clown
Dia 16 - Foyalé

Dia 17 - Itizzz... Same Song
Dia 17 - Muito Riso, Muito Siso

Dia 18 - WOK!

 

d'Orfeu - Associação Cultural | telefone (+351) 234603164 | dorfeu@dorfeu.com